São Fernando Golf Club

Área Restrita:


esqueci minha senha | quero me cadastrar

Notícias

Casa da Paz 2016 Lucas Lee joga quatro abaixo para liderar por três tacadas, no São Fernando

Pedro Nagayama é um dos vice-líderes. Os dois foram recordista de lances no leilão Beneficente

lucas-lee-finish-invrt

Lucas Lee (foto), que representou o Brasil em toda da temporada de 2016 do PGA Tour, conformou seu favoritismo ao jogar 67 tacadas, quatro abaixo do par, e assumir a liderança isolada da competição profissional do 16º Torneio de Golfe Casa da Paz 2016, o mais antigo e importante evento beneficente do país. O amador Pedro Nagayama, número 2 do Brasil e melhor jogador do São Fernando, jogou 70, uma abaixo, para empatar em segundo lugar com mais cinco jogadores.

O torneio profissional, com R$ 80 mil em prêmios, termina nesta sexta com os últimos 18 buracos, que serão jogados paralelamente a um Pro-Am de duplas, formadas por um dos 49 profissionais, mais Nagayama, que garantiu vaga entre eles na seletiva da véspera, e 50 amadores, que compraram o direito de jogar ao lado de um dos profissionais no leilão beneficente realizado na noite desta quinta-feira, no Bar Charles Edward, no Itaim. Nagayama, como amador, não concorre aos prêmios em dinheiro.

Recordistas – Não por acaso, Lucas e Pedro foram os jogadores que obtiveram os maiores lances do leilão, cuja receita, juntamente com todos a renda líquida do evento, vai ser convertida para a ONG Casa da Paz, um centro de juventude para crianças e adolescentes menos favorecidos, localizado no Bairro Florida II, em Embu Guaçu. O torneio de golfe Casa da Paz é um dos mais importantes instrumentos de arrecadação de fundos para o premiado trabalho da instituição.

Renato Song, do São Fernando, comprou o direito de jogar ao lado de Lucas por R$ 4,5 mil, enquanto seu companheiro de clube Rodrigo Somlo, um dos idealizadores e organizadores do evento, pagava R$ 3,5 por Nagayama. Os outros 49 profissionais foram comprados por quantias de até R$ 2 mil, aproximadamente.

Destaques – Lucas vai jogar no pelotão ao lado do profissional Rogério Bernardo, outro dos vice-líderes, com 70 tacadas. Também com 70 terminaram os profissionais  brasileiros Antonio Pereira, o Piléu, e Gustavo Teodoro; o paraguaio Angel Franco, e o boliviano Jorge Salvatierra. Odair Lima, do Paraná, jogou 71, o par do campo, seguido por oito jogadores com 72: Axell Santos, Claudio Oliveira, Ronaldo Francisco, Phillipe Gasnier, Carlos Dluhosch, Pedro Yanez, Marcos Silva e o paraguaio Eladio Franco.

A rodada final, nesta sexta-feira, terá saídas por dois tees, um draw em forma de “U”, com saídas entre 8h30 e 10h20. Além dos R$ 80 mil de bolsa para a competição profissional, os cinco melhores profissionais do Pro-Am dividiram outros R$ 20 mil, totalizando R$ 100 mil em prêmios, disparado a maior premiação de um torneio profissional brasileiro em 2016.

Clique aqui para ver os resultados completos e o horário de saída dos profissionais (cada um jogará ao lado de um amador) desta sexta-feira.

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do São Fernando Golf Club